PIS-PASEP: confira tabela de valores, pagamento em dobro e consulta online

Sobre os pagamentos do Abono Salarial PIS/Pasep, veja logo a seguir como está organizada a tabela de valores, assim como a possibilidade de receber um pagamento em dobro deste benefício social no ano que vem (2023), e, por fim, como fazer a consulta online.

PIS Pasep – Tabela de Valores com relação aos meses trabalhados

Com relação ao valor do abono salarial PIS Pasep, que está sendo pago neste ano de 2022, a quantia que se leva em consideração é o valor do salário mínimo vigente. Lembrando, nesse sentido, que o valor do salário mínimo atual é de R$ 1.212,00 reais. Dessa forma, é importante dizer que o pagamento do piso salarial acontece a partir de um cálculo de meses nos quais o funcionário trabalhou, sendo que cada mês é correspondente a 1/12 avos.

Em outras palavras, aqueles que trabalharam apenas 1 (um) mês no ano base de referência terão o direito de receber o valor de R$ 101 reais. Nesse sentido, aqueles que trabalharam pelo tempo de 2 (dois) meses recebem o valor de R$ 202 reais. E, então, o restante, você pode conferir logo a seguir.

  • 1 mês trabalhado – R$ 101,00 reais
  • 2 meses trabalhados – R$ 202,00 reais
  • 3 meses trabalhados – R$ 303,00 reais
  • 4 meses trabalhados – R$ 404,00 reais
  • 5 meses trabalhados – R$ 505,00 reais
  • 6 meses trabalhados – R$ 606,00 reais
  • 7 meses trabalhados – R$ 707,00 reais
  • 8 meses trabalhados – R$ 808,00 reais
  • 9 meses trabalhados – R$ 909,00 reais
  • 10 meses trabalhados – R$ 1.010,00 reais
  • 11 meses trabalhados – R$ 1.111,00 reais
  • 12 meses trabalhados – R$ 1.212,00 reais

Por fim, é importante destacar que o abono salarial PIS Pasep que é referente aos anos de 2019 e de 2020 estará sendo pago até o dia 29 de dezembro deste ano de 2022, fora do calendário oficial, que já se encerrou.

No que diz respeito ao abono salarial PIS Pasep do ano base de 2021, a previsão é de que o seu pagamento aconteça somente no começo do próximo ano (2023).

No que se refere aos requisitos, é necessário que as informações do trabalhador estejam cadastradas corretamente no e-Social/Rais (Relação Anual de Informações Sociais), sendo que esta é uma etapa que é feita pelo próprio empregador.

Além disso, é necessário ter trabalhado pelo tempo mínimo de 30 (trinta) dias no referido ano base. Ademais, é preciso ainda ter recebido uma remuneração média de, no máximo, 2 (dois) salários mínimos. E, então, por fim, um outro requisito é a questão de que o trabalhador tenha uma inscrição ativa no sistema do PIS/Pasep há, pelo menos, 5 (cinco) anos, sendo que o ano base deve ser tomado como referência.

PIS Pasep pode ter pagamento em dobro

Muitas pessoas estavam na expectativa de que o abono salarial PIS/Pasep, referente ao ano-base de 2021, viesse a ser pago ainda neste ano de 2022.

No entanto, com as eleições em andamento e, especialmente, com o final do ano se aproximando, e sem nenhuma nova informação, parece pouco provável que isso venha a acontecer.

Nesse sentido, se espera que o benefício do abono salarial PIS Pasep seja pago somente no ano que vem (2023). Muito provavelmente, o pagamento pode ser realizado ainda no primeiro semestre do próximo ano.

Porém, apesar disso, ainda existe a possibilidade de que, no ano de 2023, os trabalhadores contem com mais um pagamento, que é o repasse relativo a esse ano. Isso pode acontecer por que o abono salarial PIS/Pasep costuma ser pago, tradicionalmente, no ano que sucede o ano-base. Mas, especialmente, por conta da pandemia, o calendário de pagamentos passou por algumas alterações. Nesse sentido, neste ano, os valores dos anos de 2019 e de 2020 ainda estão sendo pagos em atraso, uma vez que o cronograma já terminou.

Com relação aos pagamentos do PIS/Pasep de 2021, a expectativa é de que mais de R$ 20 bilhões de reais estejam disponíveis para o resgate por cerca de 23 bilhões de trabalhadores de todo o país.

Consultar online os valores do PIS Pasep

A consulta online dos valores disponíveis tanto do PIS quanto do Pasep pode ser feita de uma forma muito fácil e simples.

Nesse sentido, o valor fica disponível, em todos os anos, para os grupos de trabalhadores que se encaixam nos requisitos, sendo eles:

  • Ter inscrição ativa no PIS Pasep há, pelo menos, 5 (cinco) anos, quando se leva em consideração o ano-base
  • Ter sido beneficiário de uma remuneração de até 2 (dois) salários mínimos no ano base
  • Ter desempenhado atividades laborais pelo tempo de, pelo menos, 30 (trinta) dias no ano relativo ao ano base
  • Ter ainda as inscrições corretas informadas no e-Social e/ou no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), algo que é feito pelo próprio empregador

Por fim, nesse sentido, a consulta para saber maiores informações sobre os valores disponíveis pode ser feita diretamente no aplicativo Caixa Tem, para quem é do PIS. E para quem é do Pasep, essa é uma consulta que pode ser feita no aplicativo do Banco do Brasil.

Ademais, essas consultas também podem ser feitas no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, que está disponível para os dispositivos móveis com sistema operacional Android ou iOS (aparelhos Apple). No que diz respeito às cotas do abono salarial PIS/Pasep, uma modalidade específica de saque, a consulta pode ser feita diretamente no aplicativo do FGTS.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.