Cad Único: Calendário de atualização dos dados para receber o Auxílio Brasil

O Ministério da Cidadania prorrogou os prazos referentes à atualização de dados das famílias inscritas no cadastro único, beneficiárias do Auxílio Brasil, de acordo com a Instrução Normativa nº 17, publicada no Diário Oficial da União de hoje (14).

Famílias escalonadas

Por causa dos impactos da pandemia, o ministério escalonou o processo de revisão cadastral. Com tal procedimento, apenas as famílias com cadastros atualizados pela última vez em 2016 ou 2017 foram convocadas para atualizar os dados no Cadastro Único.

As famílias que atualizaram dados pela última vez em 2018 ou 2019 serão convocadas nos próximos anos.

Calendário de atualização do Cadúnico

O Ministério da Cidadania em fevereiro os procedimentos de averiguação e revisão cadastral (AVE/REV 2022) para as famílias que estão inscritas no Cadúnico.

Averiguação Cadastral

  • Para as famílias em Averiguação Cadastral ou convocadas para a Focalização do Auxílio Brasil, o prazo para atualização terminou em 10 de junho.
  • Os beneficiários selecionados para fazer a Revisão Cadastral do Cadúnico o período de atualização das informações terminaria nesta sexta-feira, 15 de julho.

Novos prazos de atualização cadastral do Cadúnico:

  • Famílias em Averiguação Cadastral ou Focalização do PAB: prazo será até 12 de agosto;
  • Famílias em Revisão Cadastral: prazo será até 14 de outubro;

Ainda conforme a Pasta, os processos estão em andamento desde fevereiro e englobam 8 milhões de famílias.

Revisão Cadastral

De acordo com as regras, a revisão cadastral consiste na solicitação à família para atualizar os registros do Cadastro Único, “caso esteja há mais de dois anos sem nenhuma alteração ou apresente dados novos na renda, situação de trabalho, endereço ou composição familiar”.

A averiguação cadastral verifica as informações do CadÚnico, tendo por base informações contidas em outros registros administrativos federais, e se houver inconsistências após o cruzamento de dados, a família deverá comprovar que cumpre os critérios de elegibilidade ao Auxílio Brasil.

As famílias inscritas no Cadastro Único devem atualizar os dados a cada dois anos ou no caso de haver alguma alteração. Aqueles que forem convocados para averiguação e revisão de dados devem comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou a um posto de atendimento do Cadastro Único do município.

De acordo com os ministérios, os programas sociais como o Auxílio Brasil, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e a ID Jovem exigem que o cadastro esteja atualizado para que as famílias possam receber os benefícios.

Por meio do aplicativo do Cadastro Único, é possível às famílias cadastradas conferir se os dados estão atualizados. Ele possibilita saber se as famílias estão sob averiguação ou revisão cadastral. A ferramenta informa ainda que deve ser feito para a regularização dos registros.

O Ministério alertou que a falta de atualização dos dados do Cadastro Único pode levar à suspensão do benefício e posterior cancelamento. Se os registros não forem regularizados, as famílias podem ser excluídas do Cadastro Único a partir de julho de 2023”.

Site CadÚnico

O site para consulta do Cadúnico foi modernizado e agora para verificar as informações referentes aos benefícios, o cidadão deverá fazer o login com uma conta Gov.Br.

Como criar uma conta Gov.Br?

  • Acesse o portal Gov.br ou baixe o app Gov.br e clique em “Criar conta gov.br”;
  • Caso possua CNH ou biometria facial cadastrada na Justiça Eleitoral faça o reconhecimento facial pelo aplicativo;
  • Se não for o seu caso, crie a conta respondendo um breve questionário e será criada uma conta nível Bronze;

Entenda o direito ao Cadastro Único

De acordo com as regras, a família que desejar se inscrever no CadÚnico deve apresentar uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, ou seja, R$ 606,00 ou três salários mínimos como renda familiar, R$ 3.636,00.

Se o grupo familiar se enquadrar nas condições solicitadas acima, basta procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo, situado no município em que reside. Vale ressaltar que é bastante comum ter mais de um CRAS espalhado pela cidade, com o objetivo de atender melhor cada região.

Para se inscrever no CadÚnico será preciso:

  • Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.
  • O responsável pela família, de preferência uma mulher, deverá ter CPF ou Título de Eleitor.
    • Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Está precisando um Cartão de Crédito?

Cartão de Crédito Santander SX

Você sabia que o Santander oferece cartão de crédito sem anuidade? Para conseguir o benefício é preciso gastar R$ 100 em compras ou cadastrar CPF e celular como chaves Pix no Santander. Veja mais benefícios do cartão de crédito Santander SX:
  • Cartão Online: faça compras na internet antes do seu cartão físico chegar
  • Santander Pass: seu cartão em forma de pulseira, tag para relógio e adesivo.
  • Aproximou, pagou.
  • App Way: acompanhe seus gastos em tempo real e controle seu limite de onde estiver.
  • Descontos em diversos parceiros Esfera.
  • Vai de Visa: tenha acesso a ofertas especiais em lojas e restaurantes.
  • Saque de dinheiro no crédito: faça saques na função crédito e pague só quando chegar a fatura.
  • Parcelamento de fatura em até 24x: tenha mais flexibilidade para pagar a fatura do seu cartão.
Veja mais informações sobre o cartão de crédito Santander SX
0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.