Novo auxílio emergencial de até R$ 250 pode sair para 40 milhões de pessoas

Em 2020 o Governo Federal pagou o benefício do auxílio emergencial a 67 milhões de brasileiros, o que provocou um grande rombo nas contas públicas. Esse foi o motivo pelo qual o governo não estava querendo prorrogar o benefício. Agora, para estas novas parcelas do auxílio emergencial a expectativa é de que 40 milhões de pessoas recebam o benefício.

O Ministério da Cidadania deseja realizar um filtro no programa para reduzir as despesas, objetivando contribuir para a sobrevivência de famílias mais necessitadas, ou seja, as que pertencem às camadas mais baixas da pobreza.

Diante desse fato, aqueles que já recebem valores do Bolsa Família também deverão ganhar as novas parcelas do auxílio emergencial, embora a diferença no valor não seja muito grande.

Embora diversos projetos de lei tramitam no Congresso Nacional pedindo que a prorrogação do auxílio emergencial seja com valores entre R$ 300 e R$ 600, tudo indica que as parcelas serão de R$ 200 a R$ 250.

A equipe econômica de Paulo Guedes, ministro da Economia, ainda estaria estudando como ficaria o pagamento para as mães solteiras, mas cogita-se que o valor será o mesmo que os demais beneficiados. Em 2020, esse grupo recebeu parcelas de R$ 1.200, enquanto os demais beneficiário receberam pagamentos de R$ 600. Quando houve a extensão do auxílio em 2020, no valor de R$ 300, as mães solteiras receberam o dobro do dinheiro pago aos demais.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o Ministério da Economia ainda está avaliando se o auxílio emergencial em 2021 será de três ou de quatro parcelas.

Receba informações sobre os Benefícios Sociais em seu Email. Cadastre-se Gratuitamente!



0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.