Auxílio Emergencial dá sinal de prorrogação em 2021

Diante do crescimento do número de casos de infectados e mortes pelo coronavírus, além de diversos sinais apontarem para uma segunda onda de infecção, o Congresso começa a se movimentar na busca pela manutenção do Auxílio Emergencial. No entanto, o governo insiste em dizer que não haverá prorrogação do benefício.

O Projeto de Lei 5495/20, de autoria dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania/SE) e Esperidião Amin (PP/SC) propõe a extensão do decreto de Estado de Calamidade e do auxílio no valor de R$ 300 até março. Já outro PL (5494/20) sugere a volta das parcelas de R$ 600 para o primeiro semestre de 2021.

De acordo com os projetos de lei, busca-se garantir a projeção da retomada econômica do país, mesmo que o gasto público aumente. Os dois projetos foram protocolados há pouco mais de duas semanas e ainda foram lidos em plenário.

Na prática, os textos estão impedidos de irem para votação enquanto não entrarem na tramitação das Comissões que avaliam se devem se tornar lei ou não. O presidente Jair Bolsonaro é contra a ideia de prorrogar o auxílio por mais tempo.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.