Teto do INSS em 2021 poderá chegar a R$6.351,20

Uma boa notícia sobre os benefícios previdenciários para os aposentados e os pensionistas do INSS pode animar os trabalhadores mais pessimistas sobre o próximo ano. É uma notícia que impacta diretamente no grupo de trabalhadores que ganham a partir de um salário mínimo – 1045 reais – e para os beneficiários que já recebem pagamentos do INSS regularmente.

Acontece que os pisos salariais do INSS que estavam previstos anteriormente para 2021 podem receber um reajuste maior do que indicava o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias – PLDO. Dessa forma, o teto dos benefícios do INSS pode chegar a 6.351,20 reais. A expetativa deste aumento está de acordo com as projeções que foram realizadas a partir das novas estimativas que foram apresentadas pelo INPC, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

Nesse sentido, é válido ressaltar que o INPC corresponde a um índice que é frequentemente usado para observar quais são as tendências de inflação mais recentes. Por isso, este é um índice muito importante para acompanhar os movimentos do mercado financeiro, tanto no que diz respeito aos órgãos públicos quanto e principalmente ao que se refere às instituições privadas do país.

Sendo assim, o Ministério da Economia, que é atualmente comandado pelo atual ministro Paulo Guedes, fez uma revisão das suas estimativas para o INPC do ano de 2020. E foi assim que a estimativa do INPC para este ano passou de 2,35% para 4,10%, gerando, portanto, um aumento significativo.

Além disso, é importante esclarecer que o INPC é um indicador que é usado para reajustar o valor do salário mínimo, assim como o valor dos benefícios que são pagos pelo INSS para os seus respectivos segurados. E dessa forma, se o aumento for enfim confirmado pela instituição, isso significa que o piso salarial do INSS de 2021 vai passar do valor de 1045,00 reais para o valor de 1087,85 reais. Um aumento consideravelmente maior daquele que estava sendo esperado anteriormente por quem acompanha as movimentações financeiras do mercado de perto.

INSS e INPC em 2021 – Consequências e Repercussões

No Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias – PLDO, que é o projeto que serve de base para o governo criar a sua proposta orçamentária para o próximo ano e que foi enviado no mês de abril deste ano, a projeção inicial do salário mínimo era de 1079,00 reais. Mas não se sabe se até o presente momento se essa previsão vai ser confirmar nos próximos dias. Com isso, o piso salarial do INSS para 2021 ainda é uma incerteza.

Apesar disso, de acordo com alguns especialistas no mercado financeiro e em cálculos previdenciários do INSS, a projeção do teto dos benefícios do INSS para o ano de 2021 pode chegar até 6.351,20, se os aumentos que foram citados anteriormente forem confirmados até o final do ano. Ou seja, se o INPC realmente chegar ao índice de 4,10%.

O INPC também influencia diretamente no reajuste de outros benefícios do INSS, sejam eles de categoria assistencial ou de categoria previdenciária. Além destes, o INPC também provoca alterações no Benefício de Prestação Continuada, também popularmente conhecido como BPC.

Além dos benefícios do INSS que foram citados anteriormente, o INPC também tem influência direta sobre os seguintes benefícios:

  • Auxílio Doença
  • Auxílio Acidente
  • Aposentadoria por Invalidez

A depender do caso de cada beneficiário, as mudanças, especialmente o aumento, no INPC também pode incidir sobre outros benefícios que o INSS oferece para os seus segurados. Por isso, é favorável que os beneficiários do INSS acompanhem a evolução deste índice ano a ano.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.