Bolsa de Valores: veja melhores ações para investir em junho de 2020

A crise do Covid-19 começou trazendo muitas preocupações aos brasileiros. Inclusive, quando se trata da vida financeira e dos seus investimentos em ações. Porém, o mês e maio e a primeira semana de junho trouxeram um grande alívio.

Houve uma boa reação do mercado financeiro nessa primeira semana de junho, bem como no mês de maio. Enquanto o mês de maio de 2020 terminou com uma alta de 8,6%, na primeira semana útil de junho (que terminou da sexta-feira, dia 5 de junho de 2020), ações de empresas dos mais diversos setores da economia tiveram uma valorização positiva.

No Brasil, isso tudo aconteceu mesmo em meio a toda a crise que a pandemia vem causando no país. Quando se trata dos índices de outros países, também pode se notar que eles estão mais otimistas. Isso vem acontecendo conforme países (como os países da Europa) vêm se recuperando do Covid-19 e voltando a abrir as atividades econômicas.

As ações mais indicadas para investir no mês de junho de 2020

Todos os meses, as corretoras mais renomadas do Brasil divulgam quais são as melhores ações da bolsa para o investimento no próximo mês. Segundo os times de analistas, as ações mais recomendadas para esse mês que se inicia são:

B3 (B3SA3)

Existe uma grande probabilidade de que as taxas de juros da Selic sofram ainda com mais cortes. E, para quem investe em ações, essa é uma notícia positiva, pois a tendência é que ainda mais gestores de fundos de investimento aumentem os seus investimentos na bolsa.

A partir desse raciocínio, pode-se definir que a B3 (junção da antiga Bovespa com a BM&F) terá muitas vantagens. Afinal, a tendência é que cada vez mais investidores participem das suas negociações.

JBS (JBSS3)

Por trabalhar com a exportação de alimentos, a JBS é uma empresa que tende a se beneficiar enquanto o dólar ainda está bem valorizado com relação ao real. Além disso, a empresa tem clientes no mundo inteiro, inclusive em países que já estão se recuperando dos efeitos da pandemia, retornando as suas atividades normais.

VALE (VALE3)

Essa empresa já tinha tido muitas recomendações no mês de maio e continua sendo uma das mais recomendadas. Nesse último mês, a sua valorização foi de 13,4%.

O principal motivo para isso estar acontecendo é a grande procura por minério de ferro, principalmente na China, país que tem planos de se tornar a maior potência na atualidade.

PETROBRAS (PETR4)

A queda no preço do petróleo trouxe muito sofrimento a essa empresa nos últimos meses. Mesmo assim, existem grandes chances de que ela se recupere bem no curto prazo.

A reabertura de muitas regiões pode contribuir para que o valor do barril de petróleo retome níveis mais altos. Assim, existe uma maior possibilidade de lucro para a estatal.

LOJA RENNER (LREN3)

Essa empresa tem o controle de diversas outras marcas com presença digital. Conforme a procura por vendas online aumenta, a empresa mostra que tem a capacidade de lidar com essa maior demanda.

MAGAZINE LUIZA ON (MGLU3)

A Magazine Luiza On é outra loja que apresenta grande resiliência e preparo para continuar ativa ao longo da crise do coronavírus. O site da companhia tem todo o preparo necessário para suprir a demanda por compras online em meio à crise.

BRADESCO PN (BBDC4)

O Bradesco é considerado pelos economistas um dos bancos com mais preparo para obter benefícios durante a recuperação econômica. Afinal, a empresa apresenta um capital saudável, além de inadimplência e cobertura de juros em níveis adequados.

Os pontos positivos, na visão do analista, são “o capital saudável da empresa” e “a inadimplência e a cobertura de juros, que atualmente estão em níveis adequados”.

BANCO DO BRASIL ON (BBAS3)

O Banco do Brasil tem o controle estatal. Por isso, é considerado por muitos analistas econômicos que seja um dos principais para conceder créditos aos brasileiros no enfrentamento da crise econômica trazida pela pandemia.

Por mais que o Banco do Brasil esteja sujeito a sofrer interferências políticas, isso é pouco provável enquanto o Paulo Guedes continuar sendo o ministro da economia.

AMBEV (ABEV3)

Os economistas acreditam que o pior já passou para a Ambev e que a tendência é que ela volte logo a se recuperar dos impactos da crise. Isso se deve à criação dos seus canais online e de uma grande melhoria e diversidade nos seus produtos.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.