Auxílio Brasil 2022 pode aumentar o seu valor?

Nos últimos dias, o rumor sobre um possível aumento no valor do Auxílio Brasil começou a circular nos bastidores do Palácio do Planalto. A informação ainda não foi confirmada de forma oficial. Veja abaixo o que se sabe até o momento.

Como pedir o Auxílio Brasil

Atualmente, existem 3 (três) possibilidades que o cidadão brasileiro pode seguir para para pedir o Auxílio Brasil. Elas estão apresentadas nos próximos tópicos logo a seguir.

  • Se o beneficiário já fazia parte do programa Bolsa Família anteriormente, o Auxílio Brasil vai ser pago para ele de forma automática
  • Se o cidadão já está inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), mas não recebia o Bolsa Família anteriormente, ele será colocado na lista de espera do programa, e pode sair dela a curto ou a longo prazo
  • Se não estiver no CadÚnico, então será preciso que o cidadão interessado em receber o Auxílio Brasil se dirija até um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo para fazer a sua inscrição. No entanto, a simples realização da inscrição no CRAS não garante que o cidadão e sua família irão receber as parcelas do benefício de forma imediata. Na verdade, o cadastro precisa ser aprovado em primeiro lugar

De acordo com as informações que foram divulgadas pelo próprio Ministério da Cidadania, maiores informações poderão ser acessadas pelos cidadãos por meio do aplicativo Caixa Tem. As mesmas informações acerca de como serão feitos os pagamentos do benefício também podem ser acessadas pelo aplicativo oficial do Auxílio Brasil.

Os dois aplicativos, tanto o Caixa Tem quanto o Auxílio Brasil estão disponíveis para download nas lojas de aplicativos Play Store (Android Google) e App Store (aparelhos Apple). Nestas plataformas digitais, as informações como saldo e datas dos próximos pagamentos, por exemplo, podem ser consultadas de forma fácil e rápida.

Além disso, se assim desejarem, os beneficiários do programa Auxílio Brasil também podem tirar as suas dúvidas diretamente por meio da Central de Atendimento do Ministério da Cidadania, que é o número de telefone 121. A ligação para este número é gratuito, e o horário de atendimento é comercial.

Afinal, o que mudou no Auxílio Brasil?

Para os beneficiários que já participavam do Bolsa Família anteriormente, nada mudou. Afinal, os pagamentos continuam a ser feitos da mesma forma, e até mesmo os cartões e as senhas poderão continuar sendo utilizados normalmente, ao menos até que os cartões do novo programa sejam entregues para estes beneficiários.

Por enquanto, apenas os novos beneficiários – ou seja, as pessoas que entraram no programa a partir do mês de janeiro desse ano – estão recebendo o novo cartão com a logo do Auxílio Brasil. Nesse sentido, os demais beneficiários devem continuar usando o cartão antigo do Bolsa Família.

Além disso, as pessoas que já utilizavam a Conta Poupança Social Digital da Caixa para receber os valores mensais do benefício do Bolsa Família, também podem continuar recebendo o valor por mês da mesma maneira. Ou seja, nada também mudou nesse sentido.

Ademais, os cidadãos também podem usar os mesmos canais para fazer o saque do benefício, como por exemplo:

  • Aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS)
  • Terminais de autoatendimento do banco
  • Casas lotéricas
  • Correspondentes Caixa Aqui
  • Agências físicas da Caixa Econômica Federal (CEF)

Valor do Auxílio Brasil vai aumentar nesse ano?

Com os recentes aumentos no valor dos combustíveis no país, a equipe que faz parte do Ministério da Economia, pasta que é atualmente liderada pelo ministro Paulo Guedes, vem fazendo o esforço de analisar a possibilidade de um aumento temporário no valor mensal que é pago a título do Auxílio Brasil.

Atualmente, o programa Auxílio Brasil contempla o número de aproximadamente 18,5 milhões de famílias brasileiras que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica, de acordo os dados constantes dos cadastros da CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais).

Assim sendo, de acordo com os membros que trabalham diretamente com a pasta econômica, o objetivo seria que o valor do benefício venha a sofrer um aumento temporário. Um aumento de valor que pode variar entre R$ 50 a R$ 100 pelo tempo de, ao menos, 3 (três) meses.

Ainda de acordo com as informações dos bastidores do Ministério da Economia, esta nova ação seria uma forma de evitar a implementação de um subsídio ao valor do diesel, o que o setor político do atual governo vem defendendo recentemente.

Porém, apesar disso, aumentar o valor do programa pode acabar por infringir a chamada Lei Eleitoral. Nesse sentido, o Governo Federal começa a analisar a possibilidade da instauração do estado de emergência pela guerra que está em curso entre a Rússia e a Ucrânia.

Por fim, a grande questão é que a atual legislação eleitoral impede a criação de qualquer tipo de benefício social durante um ano de campanha eleitoral, e a exceção somente pode ser dada nos casos de calamidade pública ou emergência. Por isso, pode não ser tão fácil assim aumentar o valor do Auxílio Brasil de uma hora para outra.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.