Falha de segurança pode adiar prova do Encceja 2019, diz Inep

Uma quebra no protocolo de segurança do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) foi detectada nas instalações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e colocou em risco a realização do Encceja 2019.

O Encceja dá certificação de ensino fundamental e médio. Marcado para ser aplicado no dia 25 de agosto, o Encceja 2019 já tem 730 mil inscritos e continua com inscrições abertas até o dia 31 de maio, mas corre o risco de ser adiado devido à falha, informou o presidente do Inep , Alexandre Lopes.

De acordo com o presidente do Inep, em princípio, não houve vazamento da prova em si.

Falha de segurança

A quebra do protocolo de segurança aconteceu na noite de segunda-feira, 20 de maio, na entrega das provas para a gráfica que imprimirá o exame, em São Paulo.

A servidora que viajou de Brasília com a mídia digital contendo a prova, para abri-la quando estivesse dentro da sala-cofre da gráfica, esqueceu-se da senha, que havia memorizado.

Ela ligou, então, para seus chefes no Inep . Um deles entrou na sala de segurança para pegar a senha novamente e repassá-la por telefone. O procedimento correto, segundo o instituto, seria gravar a prova em outra mídia e criar uma nova senha, reenviando ambas à gráfica.

— Não houve vazamento da prova, mas houve uma quebra do protocolo de segurança. Quando acontece, temos que tomar as medidas necessárias — afirmou Lopes.

Em nota oficial, o Inep comunicou a exoneração de dois funcionários e informou que as inscrições do Encceja 2019 seguem abertas até 31 de maio.

Encceja pode ser adiado

Diante do que ocorreu, a equipe que cuida da segurança dos exames do Inep registrou uma ocorrência diante da série de atos inadequados feitos pelo servidor, abrindo uma nova crise na autarquia.

A previsão é de que nesta terça-feira a equipe técnica faça uma avaliação se há necessidade de a prova do Encceja 2019 ser adiada.

O DVD que continha a prova já estava no ambiente seguro da gráfica Valid, em São Paulo —a mesma que fará o Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ).

Apesar da indefinição, o cronograma de inscrições, abertas nesta segunda-feira, segue normal, segundo Lopes. Já foram 730 mil inscritos, segundo balanço do Ministério da Educação. O prazo termina em 31 de maio.

Lopes disse que o episódio não coloca o Enem em risco, ressaltando que o exame tem um esquema ainda mais rígido de segurança. O envio da mídia e da senha — feita por pessoas diferentes tanto no Encceja quanto no Enem — é escoltado por policiais federais que inclusive gravam a abertura do DVD no ambiente da gráfica.

Leia a íntegra da nota do Inep

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Lopes, relatou uma quebra de alto risco no protocolo de segurança do Exame Nacional de Certificação e Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Dois servidores serão exonerados do cargo em comissão que ocupam na autarquia, por envolvimento no caso.

As inscrições estão mantidas e vão até o dia 31 de maio. “Queremos tranquilizar as pessoas que estão se inscrevendo”, explicou o presidente. Mais de 700 mil pessoas já se inscreveram.

De acordo com o presidente, o problema foi registrado pela equipe de segurança do Inep. Os procedimentos internos foram seguidos à risca para garantir a credibilidade das provas do Encceja.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.