Valores a Receber: como fazer a consulta pelo CPF na 2ª fase neste sábado (26)

O Banco Central estava com previsão de liberar uma segunda fase de consulta aos Valores a Receber. Esse valor é diferente do valor liberado na forma de empréstimo consignado aos beneficiários do Auxílio Brasil. No entanto, a data foi adiada, e, desde então, o dinheiro continua “esquecido“. Ainda não houve confirmação de uma data para que se comece uma nova rodada de liberações do benefício. Milhões de brasileiros tem procurado informações a respeito do valor e se teriam direito a receber neste sábado, 26 de novembro. (Empréstimo do Auxílio Brasil já está disponível; saiba onde pedir)

O adiamento  realizado pelo Banco Central ocorreu especialmente por conta da greve dos servidores. Por enquanto, as consultas ao Sistema de Valores a Receber continuam, de acordo com a instituição, suspensas temporariamente.

Veja também:

O Banco Central (BC) anunciou que ainda pretende divulgar um novo calendário de reabertura do sistema para que os cidadãos possam fazer novas consultas, assim como o saque dos valores existentes. No entanto, a data não foi informada, e ainda não é possível fazer a consulta neste sábado, 26 de novembro.

O portal de ‘Valores a Receber’ é um serviço em que você pode consultar se tem dinheiro esquecido ou inesperado em algum banco ou em alguma instituição financeira, bem como em consórcio ou outra instituição financeira e, se for esse o caso, então saber como fazer o saque destes valores.

O Banco Central acredita que há cerca de R$ 8 bilhões de reais em valores esquecidos. Porém, na primeira fase do Sistema de Valores a Receber, uma quantia de cerca de R$ 4 bilhões de reais ficaram disponíveis para devolução.

Esse dinheiro esquecido pode ser de recursos de:

  • Contas corrente ou de contas poupança que foram encerradas, mas com algum saldo disponível no momento do encerramento
  • Tarifas e parcelas, ou obrigações de créditos que foram cobrados de forma indevida, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso, sendo este assinado pelo banco com o Banco Central – BC
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários, assim como os participantes de cooperativas de crédito
  • Recursos não procurados e que estejam relacionados a grupos de consórcio que já foram encerrados

Valores a Receber pelo CPF – Consulta da 2ª Fase

Para acessar e entrar no Sistema Valores a Receber (SVR), e então saber qual é o valor disponível, assim como pedir a sua transferência, você vai precisar da Conta Gov.br nos seguintes níveis: prata ou ouro. Nesse sentido, não é possível acessar o SVR com login Registrato.

Para consultar se você tem valores para sacar, é só informar o número do seu CPF (Cadastro da Pessoa Física) por meio do seguinte endereço eletrônico: https://www.bcb.gov.br/. Lembrando que, por enquanto, esta consulta se encontra em período de suspensão.

2ª Fase do Sistema de Valores a Receber

De acordo com as informações do Governo Federal, desde o dia 17 de abril deste ano de 2022, o Sistema de Valores a Receber (SVR) está passando por algumas mudanças, como por exemplo:

  • Não será mais necessário fazer um agendamento. A partir de agora, é só pedir o saque dos recursos financeiros no momento da 1ª consulta
  • O sistema contará com novas informações que foram repassadas pelas instituições financeiras

Portanto, mesmo que a pessoa já tenha feito o saque do dinheiro e não constou valores na 1ª etapa, ela deverá fazer uma nova consulta, uma vez que as informações serão atualizadas, podendo então haver valores a receber disponíveis.

A greve dos servidores do Banco Central (BC) na luta por melhores condições de trabalho, assim como a reivindicação de reajuste salarial, foi o motivo pelo qual a nova rodada de consultas dos valores a receber foi adiada. A previsão é de que o sistema de valores a receber do Banco Central então retorne no mês de novembro.

Banco Central faz alertas para a população

O sistema não está disponível no momento. O Banco Central (BC) não envia nenhum link, tampouco entra em contato com o cidadão para tratar sobre os valores a receber, muito menos para confirmar os seus dados pessoais. Além disso, ninguém é autorizado a entrar em contato com alguém em nome do Banco Central, ou do Sistema de Valores a Receber.

Portanto, jamais clique em links suspeitos que são enviados para o seu endereço do e-mail, ou por SMS, Whatsapp ou Telegram. Por fim, não faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. Fazendo isso, você conseguirá se proteger dos golpes que costumam ser aplicados na população que espera por valores como esses.

Empréstimo consignado

A Caixa Econômica Federal anunciou as condições para que beneficiários do Auxílio Brasil e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) possam contratar o empréstimo consignado. A linha de crédito terá juros de 3,45% ao mês (ou 50,23% ao ano), valor muito próximo ao máximo permitido pelo Ministério da Cidadania, que é de 3,5% ao mês (ou 51,11% ao ano). A parcela mínima para pagar o empréstimo será de R$ 15 por mês.

Empréstimo da Caixa

Para quem está precisando de dinheiro, tem ainda a modalidade de empréstimo do governo federal em parceria com a Caixa Econômica Federal, por meio do aplicativo Caixa TemO recurso é voltado para empreendedores pessoa física e microempreendedores individuais (MEIs). O grupo alcançado pelo SIM Digital inclui também as pessoas com CPF negativado e beneficiários de programas de transferência de renda, como o Auxílio Brasil.

Cartão de crédito oficial do Caixa Tem

A Caixa liberou para os usuários do app Caixa Tem um cartão de crédito. Os interessados podem solicitar de forma simples e gratuita.

A solicitação do cartão de crédito do Caixa Tem traz consigo diversos benefícios, sendo o principal deles, e o mais atrativo, a anuidade grátis. Com o cartão é possível ainda parcelar compras, podendo ou não envolver juros – ficando a encargo do estabelecimento. Outro benefício é que esse cartão possibilita a criação de um cartão virtual.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.