Vestibular Indígena da Unicamp bate recorde de inscritos para 2020

O Vestibular Indígena Unicamp registrou 1.675 inscritos para realizar a prova, um aumento expressivo em relação ao ano de 2018; quando a demanda foi de 610 inscritos.

Vagas oferecidas

Para a edição de 2020, houve ampliação das vagas oferecidas nessa modalidade de ingresso, que passaram de 72 para 96; além da inserção de sete novos cursos. As duas cidades com maior número de inscritos são do Amazonas: Tabatinga, com 837 candidatos e São Gabriel da Cachoeira, com 513 inscritos. A cidade de Tabatinga foi inserida no Vestibular Indígena em 2019.

Cursos mais procurados no Vestibular Indígena da Unicamp 2020

Os cursos mais procurados foram:

  • Enfermagem (398 inscritos);
  • Farmácia (165);
  • Pedagogia (103);
  • Nutrição (95);
  • Administração (88);
  • Educação Física (82);
  • Ciências Biológicas (55);
  • Administração Publica (49);
  • Educação Física Noturno (47);
  • Engenharia Elétrica (46).

Lista de cursos e inscrições do Vestibular Indígena da Unicamp 2020.

Prova

A prova será realizada no dia 1º de dezembro de 2019, nas cidades de Bauru (SP), Campinas (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM).

A prova será em língua portuguesa, composta de questões de múltipla escolha e uma Redação, da seguinte maneira: Linguagens e códigos (14 questões); Ciências da Natureza (12 questões); Matemática (12 questões); Ciências Humanas (12 questões); e uma Redação.

Resultado

Conforme edital, o resultado será divulgado no dia 6 de janeiro de 2020, para a primeira chamada de candidatos e lista de espera.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.