Contribuições atrasadas do INSS: veja como pagar

Quem deixa de contribuir para o INSS durante o período de autônomo ou não tem valor pago pode efetuar o pagamento desse período em atraso, para garantir o cálculo desse período para efeitos de aposentadoria.

Para que o trabalho seja considerado, a atividade profissional deve ser (realmente) demonstrada. Porque, mesmo que a mora seja paga sem documentação comprobatória, o INSS pode não considerar esses pagamentos.

Se o atraso for inferior a cinco anos, basta acessar o site Meu INSS e calcular a fatura.

O novo pagamento ajuda a melhorar o cálculo dos salários médios e benefícios, mas é preciso estar atento às regras de pagamento para evitar perdas.

Contribuições atrasadas

Os contribuintes independentes podem pagar ao INSS a qualquer momento. Se o atraso for inferior a cinco anos, basta acessar o site Meu INSS e calcular a fatura.

Se o atraso for superior a cinco anos, o segurado deverá agendar consulta no INSS para apresentação de documentos como comprovante de renda e ocupação.

Qualquer documento que indique a ocupação ou qualquer documento que indique que o segurado trabalhou nesse período pode servir para comprovar a atividade.

Por exemplo, recibos e faturas são comprovantes de pagamento dos serviços prestados e devem ser incluídos no pedido.

Não há lista programada. O que o INSS exige é a comprovação de suas atividades profissionais. Para contribuintes individuais, os mais comuns são imposto de renda, contrato social, troca de e-mail e etc.

Como deve ser feito o cálculo?

Esse valores somente serão considerados quando forem pagos ao INSS.

O trabalhador que vai acertar contas no INSS deve estar preparado para pagar multas e juros. Você pode calcular a inadimplência no site da Receita: http://sal.receita.fazenda.gov.br/.

Para períodos anteriores, é necessário agendar em uma das unidades do INSS pela Internet ou através da Central 135.

Vale lembrar que se você não pretende pagar, tome cuidado ao gerar o boleto, pois você anunciará a confirmação do débito.

Quais documentos?

Os seguintes documentos podem comprovar o trabalho durante este período:

  • Recibo de imposto de renda

Na opção “Extrato do IRPF”, acesse o site do e-Cac da Receita Federal. Nesse caso, é necessário se cadastrar ou visitar pessoalmente uma agência da Receita.

Esses endereços podem ser encontrados no seguinte site: http://receita.economia.gov.br/contato/unidades-de-atendimento.

  • Contrato social ou individual

Este documento é a certidão de criação da empresa, ou seja, o registro na junta comercial. Basta ir junta comercial e solicitar ou conferir se o seu estado disponibiliza pela internet.

  • Inscrição de autônomo na prefeitura

Pedir na Prefeitura da cidade uma declaração que demonstre que o profissional autônomo está registrado e tem alvará na Prefeitura.

  • Notas fiscais

Os recibos e faturas comprovam a existência do serviço prestado. O trabalhador deve guardá-las para que possa posteriormente comprovar a sua atividade profissional.

  • Pode solicitar microfilmes na agência do INSS

Microfilmes são informações armazenadas no banco de dados da previdência social. Podem ser solicitados no próprio INSS.

  • Outros documentos

Alternativamente, o trabalhador pode comprovar por meio de outros documentos que comprovem a ocupação / função desenvolvida no período. Por exemplo, os advogados podem provar isso por meio de ações judiciais e etc.

Está precisando um Cartão de Crédito?

Cartão de Crédito Santander SX

Você sabia que o Santander oferece cartão de crédito sem anuidade? Para conseguir o benefício é preciso gastar R$ 100 em compras ou cadastrar CPF e celular como chaves Pix no Santander. Veja mais benefícios do cartão de crédito Santander SX:
  • Cartão Online: faça compras na internet antes do seu cartão físico chegar
  • Santander Pass: seu cartão em forma de pulseira, tag para relógio e adesivo.
  • Aproximou, pagou.
  • App Way: acompanhe seus gastos em tempo real e controle seu limite de onde estiver.
  • Descontos em diversos parceiros Esfera.
  • Vai de Visa: tenha acesso a ofertas especiais em lojas e restaurantes.
  • Saque de dinheiro no crédito: faça saques na função crédito e pague só quando chegar a fatura.
  • Parcelamento de fatura em até 24x: tenha mais flexibilidade para pagar a fatura do seu cartão.
Veja mais informações sobre o cartão de crédito Santander SX
0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.