Saiba como conseguir um financiamento estudantil

O seu sonho é cursar uma faculdade, mas infelizmente você não passou em uma faculdade federal ou estadual?

Saiba que hoje em dia, cada vez mais instituições financeiras têm linhas de financiamentos estudantis que você pagará apenas após a sua formatura.

A grande maioria destas instituições financeiras arca com o pagamento de portagem da mensalidade, e algumas chegam a arcar com o pagamento de até 100% da mensalidade.

Então, mesmo que você tenha passado apenas nos vestibulares de faculdades ou universidades particulares, é possível cursar com a ajuda de um financiamento estudantil.

Neste artigo vamos te mostrar como é possível fazer uma faculdade, mesmo que particular, através de um financiamento estudantil, acompanhe!

O que é um financiamento estudantil?

O financiamento estudantil nada mais é do que uma modalidade de empréstimo, pois com a assinatura do contrato, a instituição financeira pagará as mensalidades da faculdade do estudante, ou uma porcentagem das mensalidades, e o estudante deverá devolver estes pagamentos após a formatura.

Antes de contratar uma instituição financeira, é preciso pesquisar, pois as taxas de juros e prazos para pagamento variam muito entre as instituições financeiras que disponibilizam o financiamento estudantil.

Como conseguir um financiamento estudantil?

Como falamos acima, existem diversos tipos de financiamentos estudantis no Brasil, e cada um deles tem suas especificidades, confira abaixo cada um deles.

Financiamento estudantil com o FIES

FIES é o fundo de financiamento estudantil, que é um programa do Ministério da Educação (MEC), criado pelo Governo Federal e oferece financiamento estudantil para estudantes de baixa renda.

O FIES só está disponível para alunos de faculdades presenciais e particulares, com nota positiva, ou seja, bem avaliadas pelos requisitos do MEC.

O FIES não é uma bolsa de estudos como o ProUni, ele é um financiamento, que o estudante precisará pagar após o término da faculdade.

Como funciona o FIES?

São duas inscrições por ano, em cada semestre letivo, um no início do ano e outra no meio do ano.

E os alunos selecionados contam com uma ajuda do Governo para custear as mensalidades da faculdade, e ao final da graduação o aluno devolverá este dinheiro para o Governo em parcelas mensais.

Como se candidatar ao FIES?

Para se candidatar tem que ter feito a prova do ENEM a partir do ano de 2010, ter tirado acima de 450 pontos no exame e não pode ter zerado na redação.

E a regra nova que vale a partir do ano de 2019 é a que para participar da modalidade 1, o aluno tem que ter renda per capta de até três salários mínimos, e para participar das modalidades 2 e 3 tem que ter renda per capta entre três e cinco salários mínimos.

O que é renda per capta?

A renda per capta é a renda por pessoa que mora na sua casa, ou seja, para chegar nesta renda per capta você vai somar os salários de todas as pessoas que moram com você, e após você vai dividir a soma pelo número de todas as pessoas que moram na sua casa.

O valor desta divisão é a renda per capta.

Modalidade I do FIES

Esta é a modalidade em que podem participar as pessoas com a renda per capta mais baixa, e é a única modalidade em que não tem a incidência de juros.

A renda per capta desta modalidade deve ser de no máximo 3 salários mínimos.

Modalidade II do P-FIES

Esta é a modalidade para as pessoas que moram nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do País.

A renda per capta para esta modalidade é de no máximo 5 salários mínimos, e nesta modalidade tem a incidência de juros.

Modalidade III do P-FIES

Esta é a modalidade para pessoas que tem a renda per capta de no máximo 5 salários mínimos, e é válida para o restante do País, e também tem a incidência de juros.

O que define o valor a ser financiado?

O que define o quanto você pode financiar é o peso que a mensalidade da sua faculdade terá sobre a sua renda familiar.

Não é impossível financiar 100% da mensalidade, este valor tem que significar 60% ou mais da sua renda familiar.

Ou seja, o valor da mensalidade tem que ser 60% maior que o valor da sua renda familiar.

Exemplificando, se na sua família a renda familiar for de R$ 1.000,00 por mês, e a sua mensalidade custa R$ 605,00, você conseguirá financiar 100% do valor das suas mensalidades.

Para os alunos em que o valor da mensalidade fica entre 40% e 60% da renda familiar, o valor do financiamento será de 75% da mensalidade.

Se apesar de todas as informações, você  precisar entrar em contato, clique no Telefone Fies para maiores esclarecimentos.

Financiamento estudantil em outros Bancos

Não é apenas a Caixa Econômica Federal que financia os estudos de alunos de faculdades particulares, os outros bancos também têm suas linhas de financiamento estudantil.

Basta que você ou algum membro da sua família tenha conta concorrente no banco para que você consiga o seu financiamento.

Financiamento estudantil Bolsa Universidades

Se você mora no estado de São Paulo, ou se você passou no vestibular de uma faculdade particular neste estado, saiba que existe um programa de financiamento estudantil que se chama Bolsa Universidades.

Essa Bolsa Universidades funciona da seguinte forma, o Governo do Estado tem um programa chamado Escola das Famílias que ajuda no pagamento da sua Universidade, e em contrapartida você trabalha aos finais de semana com esse fim, para que você possa custear os seus estudos.

Financiamento estudantil diretamente nas Universidades e Faculdades

Muitas Universidades e Faculdades particulares oferecem financiamento estudantil para os seus alunos, mas para conseguir estes financiamentos você deverá estar dentro dos requisitos, que geralmente estão relacionados a notas altas e ausência de reprovações.

Financiamento estudantil Pra Valer

Este programa auxilia estudantes que querem fazer faculdade, realizando o pagamento de uma porcentagem da mensalidade para o estudante.

O Pra Valer é o maior crédito estudantil privado do Brasil, e o melhor de tido, não cobra juros ao final.

No Pra Valer, o estudante pagará cada semestre de mensalidades em até 1 ano, ou seja, seis mensalidades da faculdade viram pelo menos 12 parcelas do Pra Valer.

As parcelas nunca se acumulam, e isso acontece porque você só começa a pagar as parcelas do contrato seguinte, quando tiver terminado de pagar as parcelas do contrato anterior.

No Pra Valer, você pode solicitar o crédito o ano todo e serve tanto para quem fez o ENEM como para quem não fez.

Para solicitar o Pra Valer você não precisa de conta bancária, apenas precisa ser calouro ou veterano matriculado em uma das faculdades parceiras do projeto.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.