MP investiga a Unirg por denúncia de venda de vagas para Medicina

O Ministério Público abriu inquérito civil pela 8ª Promotoria de Justiça de Gurupi, com o objetivo de investigar a suposta venda de vagas, referentes ao curso de medicina da Universidade de Gurupi (Unirg).

A suspeita é de que estudantes se matriculavam em outros cursos e depois eram transferidos para medicina. O caso é investigado  também pela Polícia Civil.

Seleção de Medicina

A Unirg é uma instituição pública municipal, que em seu último vestibular, recebeu mais de 2 mil inscrições para 56 vagas, que são destinadas ao curso de medicina. A portaria que abriu a investigação foi publicada, no diário do Ministério Público, no início desta semana.

Denúncia

De acordo com a promotoria de justiça, a denúncia é de que estudantes aprovados em odontologia; fisioterapia e biomedicina teriam sido transferidos para o curso de medicina. Os referidos alunos estariam ligados a pessoas influentes no meio político e em alguns casos; a transferência foi feita “mediante o desembolso de dinheiro.”

Versão da Unirg

De acordo com a UNIRG, a reitora da universidade e o presidente da Fundação Unirg afirmaram que tomaram providências imediatas; protocolando uma denúncia na 3ª Delegacia de Polícia de Gurupi. Foi aberto ainda, um procedimento administrativo interno para investigar as referidas suspeitas.

A UnirG informou que terá até o dia 29 de março para enviar as informações do caso para o Ministério Público.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.