Questão resolvida envolvendo o poema Ai se sêsse, do Enem

(Enem 2015 – PPL) 

Ai se sêsse

Se um dia nois se gostasse
Se um dia nois se queresse
Se nois dois se empareasse
Se juntim nois dois vivesse
Se juntim nois dois morasse
Se juntim nois dois drumisse
Se juntim nois dois morresse
Se pro céu nois assubisse
Mas porém se acontecesse
De São Pedro não abrisse
A porta do céu e fosse
Te dizer qualquer tulice
E se eu me arriminasse
E tu cum eu insistisse
Pra que eu me arresolvesse
E a minha faca puxasse
E o bucho do céu furasse
Tarvês que nois dois ficasse
Tarvês que nois dois caísse
E o céu furado arriasse
E as virgi toda fugisse

ZÉ DA LUZ. Cordel do Fogo Encantado. Recife: Álbum de estúdio, 2001.

O poema foi construído com formas do português não padrão, tais como “juntim”, “nois”, “tarvês”. Essas formas legitimam-se na construção do texto, pois

A) revelam o bom humor do eu lírico do poema.
B) estão presentes na língua e na identidade popular.
C) revelam as escolhas de um poeta não escolarizado.
D) tornam a leitura fácil de entender para a maioria dos brasileiros.
E compõem um conjunto de estruturas linguísticas inovadoras.

RESOLUÇÃO:
O poema foi escrito em uma linguagem não padrão como expresso no texto; foi escrito na forma usual de pronúncia, presente no dia a dia das pessoas.
Resp.: B

VEJA TAMBÉM:
Questão comentada envolvendo a palavra gerimum, do Enem.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.