Questão comentada sobre pressão hidrostática, da Unesp

(Unesp/2018-2) No processo de respiração, o ar flui para dentro e para fora dos pulmões devido às diferenças de pressão, de modo que, quando não há fluxo de ar, a pressão no interior dos alvéolos é igual à pressão atmosférica. Na inspiração, o volume da cavidade torácica aumenta, reduzindo a pressão alveolar de um valor próximo ao de uma coluna de 2,0 cm de H2O (água). Considerando a aceleração gravitacional igual a 10 m/s2 e  a  massa específica da água igual a 1,0 × 103 kg/m3, a variação da pressão hidrostática correspondente a uma coluna de 2,0 cm de H2O é
A) 2,0 × 101 Pa.
B) 0,5 × 103 Pa.
C) 0,5 × 102 Pa.
D) 2,0 × 102 Pa.
E) 2,0 x 103 Pa.

RESOLUÇÃO:
Inicialmente, é preciso passar o valor da coluna de 2,0 cm para metros ⇒ basta multiplicar por 10-2 (que corresponde a dividir por 100).
Então:
Δh = 2x 10-2 m

A variação da pressão hidrostática (Δp) é dada por:
ΔP = μ.g.Δh, onde  μ = massa específica da água

Assim:
ΔP = 1×103 . 10 . 2 x 10-2

ΔP = 2,0 x 102 Pa.
Resp.: D

VEJA TAMBÉM:
Questão resolvida sobre pressão atmosférica e escoamento de água, do Enem

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.