Renda Brasil: Programa substituirá o Bolsa Família e será lançado em outubro

O ministro da Economia, Paulo Guedes, divulgou que o programa de renda mínima permanente, o Renda Brasil, que terá valor entre R$ 200 e R$ 300 e beneficiará mais de 13 milhões de famílias.

Além de ampliar o Bolsa Família, o programa de transferência de renda englobará outros programas do governo; tais como como o Fundo de Amparo ao Trabalhador e o Seguro Defeso.

Abrangência do Renda Brasil

A abrangência do Renda Brasil será maior que a do Bolsa Família, que atualmente transfere entre R$ 89 e R$ 205 para famílias com crianças ou adolescentes na escola. De acordo com as informações da Caixa, atualmente são 13,5 milhões de famílias beneficiadas.

De acordo com estimativas do governo federal, aproximadamente 31 milhões de brasileiros farão parte do Renda Brasil, incluindo 20 milhões, que recebem o auxílio emergencial pelo Bolsa Família; e mais 11 milhões que foram incluídos agora, após novo cadastramento, entre os muito pobres, trabalhadores informais e empreendedores por conta própria.

Lançamento do Renda Brasil

O novo Programa Assistencial do Governo Federal, Renda Brasil, irá substituir o Bolsa Família e deverá ser iniciado, em outubro, após o final do Auxílio Emergencial.

Quem poderá se inscrever no programa?

O novo programa terá um valor que poderá ficar entre R$ 250 e R$ 300 por mês; e será  destinado às pessoas que já estão inscritas no Bolsa Família; e também para quem já está recebendo o auxílio emergencial; e que foram classificados como “desassistidos e desamparados”.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da economia Paulo Guedes estão há muitos dias idealizando a criação do Renda Brasil, que substituirá o Bolsa Família.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.