Como cadastrar o Auxílio Brasil? Veja como receber o benefício

Neste mês de setembro o programa Auxílio Brasil está realizando os pagamentos de acordo com o calendário previamente divulgado. Não ocorreu antecipação, como no mês de agosto.

Desde o dia 19 de setembro de 2022, o programa Auxílio Brasil está realizando o pagamento do valor mensal de R$ 600 reais. O aumento de R$ 200 reais no valor mensal tem o respaldo da PEC dos Benefícios (Proposta de Emenda à Constituição), que acabou por autorizar o pagamento com um valor maior pelo tempo de 5 (cinco) meses, entre os meses de agosto e dezembro.

Benefícios Sociais

Com a promulgação da nova PEC, o Governo Federal também fez a promessa de aumentar o número de beneficiários. De acordo com o Ministério da Cidadania, novos beneficiários serão contenplados em setembro. Embora não haja nenhum detalhe sobre o número de novas famílias que serão incluídas no programa social, as especulações sobre como fazer o cadastro aumentaram de forma significativa.

Auxílio Brasil de R$ 600 reais: Regras

Não houve nenhuma grande mudança nas regras do Programa Auxílio Brasil. Os beneficiários atuais, assim como aqueles que ainda querem ser inseridos no programa de transferência de renda, precisam estar com as informações devidamente atualizadas no sistema do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, CadÚnico. Além disso, ainda é preciso se encaixar nas seguintes faixas de renda que estão apresentadas logo abaixo.

  • Extrema Pobreza – Renda familiar per capita de até R$ 105 reais por mês
  • Pobreza – Renda familiar per capita que esteja compreendida entre R$ 105,01 e R$ 210 reais por mês

Uma vez que se esteja de acordo com esses critérios básicos, existem 3 (três) formas de ser aceito no programa Auxílio Brasil. E essas três formas são as seguintes:

  • Se já tinha o Bolsa Família anteriormente, o Auxílio Brasil é pago automaticamente
  • Se já faz parte do CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família anteriormente, o cidadão vai para a lista de espera
  • Se ainda não fazia parte do CadÚnico, é preciso ir até o CRAS mais próximo para fazer o cadastro, mas sem a garantia de receber. Afinal, é preciso ter o seu cadastro aprovado em primeiro lugar

Além disso, é muito importante lembrar que a família deve contar, dentre os seus membros, com:

  • Crianças
  • Gestantes
  • Adolescentes
  • Jovens entre 0 a 21 anos de idade incompletos
  • Mães que ainda estão em processo de amamentação

Fazer a inscrição no programa Auxílio Brasil

Faltando apenas alguns dias para o começo de um novo ciclo de pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600 reais por mês, ainda são muitos os brasileiros que não sabem como fazer o cadastro no programa social de distribuição de renda do Governo Federal. A inscrição é, na verdade, muito simples, e pode ser feita sem nem sair de casa.

Antes de mais nada, é muito importante saber que não tem como se inscrever diretamente no programa. Afinal, a inclusão no Auxílio Brasil de 600 reais acontece por meio do registro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Nesse sentido, o CadÚnico é o banco de dados que agrupa as informações da população de baixa renda no Brasil. O sistema já está disponível no formato digital, e pode ser acessado através de site ou do aplicativo.

Por meio do aplicativo do CadÚnico, o cidadão pode fazer um pré-cadastro. E, então, neste cadastro prévio, o cidadão deve fornecer uma série de informações pessoais de cada um dos membros familiares que vivem na mesma residência que ele, para que se forme um panorama da situação familiar na qual se encontra, obviamente.

Se for necessário, o aplicativo do CadÚnico vai direcionar o potencial cidadão beneficiário do programa Auxílio Brasil de R$ 600 reais para a unidade mais próxima do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) para que ele possa então completar o seu cadastro de forma presencial.

Além disso, o cidadão precisa ter em mente que, caso tenha o interesse de manter a elegibilidade para o programa e, por consequência, ter o direito de receber os pagamentos mensais, é preciso atualizar os seus dados cadastrais a cada 2 (dois) anos. E que, se essa atualização de dados não for realizada, o cidadão pode vir a ter o seu benefício social suspenso, ou até mesmo cancelado.

Aplicativo do Auxílio Brasil

Para saber se foi aceito ou não no programa Auxílio Brasil, basta entrar no aplicativo oficial do programa, que está disponível para download nos sistemas operacionais Android e iOS (aparelhos Apple), inserir o número do CPF (Cadastro da Pessoa Física) e então visualizar todas as informações a respeito do cadastro no programa.

Pelo aplicativo do programa, o responsável familiar poderá acompanhar a situação do benefício da família, o valor a ser recebido em cada período mensal e, principalmente, qual o dia que vai cair a próxima parcela. Além disso, a mesma ferramenta digital também informa e notifica quando a família tem o seu benefício mensal bloqueado, assim como os motivos que levaram ao bloqueio.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.