Enem 2020: Estudantes com Covid-19 ou outra doença infectocontagiosa terão nova chance para realizar as provas

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão realizadas no mês de janeiro de 2021, e os candidatos que forem diagnosticados com Covid-19; ou alguma outra doença infectocontagiosa e, portanto, não puderem comparecer ao teste, terão uma nova chance para realizá-las.

De acordo com o INEP pela primeira vez, os participantes terão a possibilidade de avisar, até um dia antes das provas do exame, que estão com uma doença infectocontagiosa.

Doenças infectocontagiosas

De acordo com o edital do Enem as doenças infectocontagiosas consideradas para fins de reaplicação do Enem 2020 são coqueluche, difteria, doença invasiva por Iaemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela e Covid-19.

Para a edição de 2020, o Enem teve mais de 5,7 milhões de inscrições confirmadas. As provas na versão impressa estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021. A versão digital ocorre em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Como solicitar nova chance do Enem 2020?

Os participantes que identificarem que possuem uma doença infectocontagiosa até a data anterior a da prova, deverão acessar a Página do Participante e enviar o laudo médico que comprova a doença.

Se o candidato tiver a confirmação da doença no dia das provas, ele deverá ligar para a central de atendimento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e comunicar a doença até um dia antes da data da prova.

O número é 0800 616161 e a ligação é gratuita. As provas serão reaplicadas no fim de fevereiro.

Uso da máscara

Em função da Covid-19, o candidato que for fazer a prova do Enem deverá ficar atento a outras novidades desta edição, como o uso da máscara. Cada participante deve levar máscara para usar durante o período de aplicação da prova.

É recomendável que o candidato leve mais de uma máscara para que troque durante o exame, porque a duração é de quatro horas e meia a cinco horas e meia da prova.

O estudante poderá levar álcool em gel em recipiente transparente. As salas de aplicação de prova também terão o produto disponível para uso dos participantes.

Datas Enem 2020

O Enem será aplicado nos dias:

  • 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa);
  • 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital). Não há atendimento especializado para a aplicação do Enem Digital.

Estrutura Enem

O exame é realizado anualmente pelo Inep desde 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho escolar ao final da educação básica.

A estrutura do exame conta com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Para que servem as notas do Enem 2020?

As notas do Enem 2020 serão usadas para ingresso nas Instituições Públicas, por meio do Sisu 2021. Elas servirão ainda para:

  • Bolsas do Prouni 2021: A nota do Enem poderá ajudar disputa bolsas de estudo pelo Prouni, Programa Universidade para Todos, nas Faculdades privadas. Bolsas de 100% ou de 50% do valor das mensalidades.
  • Financiamento Fies: Para quem quiser estudar em Faculdade particular e optar pelo financiamento pelo Fies- Programa de financiamento Estudantil, também é preciso ter feito o Enem.
  • Complemento ao vestibular: Várias instituições utilizam as notas do Enem como complemento para o Vestibular.
  • Substituição ao Vestibular: Diversas instituições utilizam as notas do Enem para ingresso em seus cursos de graduação, de forma que o estudante fique dispensado de realizar as provas para ingresso.
  • Ingresso em pelo menos 50 Instituições Portuguesas que utilizam as referidas notas.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.