UFMG procura voluntários em pesquisa que avalia os efeitos dos chás

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) procura voluntários do sexo masculino para participar de uma pesquisa para avaliar os efeitos dos chás de hibisco, canela, gengibre e o chá verde sobre o metabolismo energético e a sensação de saciedade dos voluntários.

O estudo é desenvolvimento no Programa de Pós-graduação em Ciência de Alimentos, da Faculdade de Farmácia.

Os voluntários não podem fazer uso de medicamentos ou suplementos, e também não podem ser fumantes, pois o tabagismo também interfere no metabolismo, segundo a professora que orienta o estudo, Lucilene Rezende Anastácio.

Os homens passarão por cinco dias de testes, no Instituto Alfa de Gastroenterologia, do Hospital das Clínicas, da UFMG. Eles precisam disponibilizar quatro horas diárias, no período da manhã, para colaborar com a pesquisa.

“Após a ingestão de uma dieta padronizada de 500 calorias, junto com um desses chás, ou de água, no café da manhã, faremos medição do metabolismo energético e da sensação de saciedade do voluntário, por meio de aparelho próprio, disponível no Instituto”, explica a professora.

Os voluntários também vão colaborar com a avaliação da ingestão de alimentos prospectiva, ou seja, com a medição da quantidade de alimentos que ingerirem durante o dia, para complementar uma pesquisa de mestrado de Ana Paula da Costa Soares e Natália Cristina de Faria.

Contato: Voluntários interessados em participar da pesquisa devem enviar e-mail para anapaulacsoares@yahoo.com.br ou entrar em contato pelo telefone (31) 9 9702-3598.

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.