Questão comentada sobre Peste Negra, da FAI

(FAI/2015) Democrática e igualitária, a peste atingia indiferentemente a todos. Ao contrário do que os historiadores sem conhecimento médico sempre afirmaram, a má nutrição não era condição agravante. Ricos e pobres, organismos bem e mal alimentados, eram igualmente suscetíveis à peste.
A diferença residia no fato de se estar mais ou menos exposto ao contágio. Grupos como coveiros, médicos e padres eram mais atingidos por razões profissionais. As zonas rurais, de população mais esparsa, eram mais poupadas que as cidades. A única possibilidade de salvação estava em
manter-se afastado dos locais tocados pela peste.
(Hilário Franco Júnior. A Idade Média: nascimento do ocidente, 2006.)

Sobre os efeitos da peste negra na Europa ocidental, é correto mencionar
A) a enorme regressão nos conhecimentos da medicina, graças ao desprestígio dos cirurgiões-barbeiros.
B) o surgimento de seitas pagãs, a partir do século XIII, que defendiam a condição pecaminosa dos prazeres humanos.
C) a eclosão das revoluções religiosas do século XIV, especialmente a formação das igrejas calvinistas.
D) a consolidação das relações servis de produção, com a ampliação do Feudalismo pela Península Ibérica.
E) a morte de cerca de um terço da população no período mais crítico da doença, entre 1348-1350.

RESOLUÇÃO:
A Peste Negra é uma doença bacteriana transmitida principalmente pela picada de pulgas contaminadas. Na Idade Média, a Europa sofreu uma enorme redução populacional em decorrência da Peste. Estima-se que, em apenas 4 anos, cerca de 25 milhões de pessoas (aproximadamente 1/3 da população europeia da época) morreram em decorrência da peste negra.
Resp.: E

VEJA TAMBÉM:
Questão comentada sobre imagens em templos católicos medievais, do Enem

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.