Sisu 2020.2: UEPB divulgou procedimento de matrícula da seleção

O MEC divulgou o resultado do Sisu 2020.2 no dia 14 de julho e os candidatos selecionados deverão procurar a Instituição escolhida para efetivação da matrícula.

Sisu 2020.2 UEPB

A UEPB, Universidade Estadual da Paraiba, oferta 2929 vagas para o Sisu 2020.2, em diversos cursos de graduação.

Matrículas

As matrículas dos provados nesta chamada para cursos de graduação da UEPB serão realizadas das 8h do dia 16 até as 14h do dia 21 de julho; por meio do envio da documentação exigida para o e-mail da Coordenação do Curso para o qual o aluno foi aprovado. Veja o endereço da respectiva coordenação.

Para fins de matrícula, são exigidas as cópias autenticadas do Certificado de Conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; RG; CPF; Prova de quitação com o Serviço Militar (no caso de candidatos do sexo masculino); Registro de Nascimento ou Certidão de Casamento; Prova de Quitação com o TRE (para maiores de 18 anos); e uma foto 3 x4 recente; além do formulário de cadastramento de acordo com a cota escolhida na inscrição.

De acordo com a UEPB, somente será permitida a matrícula aos estudantes que apresentarem todos os documentos exigidos no Edital, não sendo permitida a complementação de documentos posteriormente. Conforme a matrícula for processada, a Coordenação enviará o comprovante de matrícula via e-mail. Basta que o candidato envie o e-mail com a documentação uma única vez. A Pró-Reitoria de Graduação lembra aos candidatos matriculados por esse procedimento que, quando as aulas presenciais forem iniciadas, eles deverão entregar os documentos de matrícula devidamente autenticados à coordenação do curso.

Lista de Espera Sisu 2020.2

Os candidatos que não foram selecionados na Chamada Regular poderão declarar interesse em participar da Lista de Espera, até o dia 21 de julho, no site do SiSU (http://www.sisu.mec.gov.br/).

Demais informações no Edital do Sisu UEPB 2020.2 ou no site da Universidade.

Fies: Prazo para complementar inscrições postergadas para o 2º semestre

O Fies abriu hoje, dia 15 de julho, o período para complementar as inscrições postergadas do Fies para o segundo semestre de 2020. A data final para o procedimento será o dia 17 de julho.

Como Complementar a inscrição postergada do Fies 2020.2?

A complementação da inscrição postergada, deverá ser realizada, exclusivamente, no endereço eletrônico: http://fiesselecaoaluno.mec.gov.br; no período de 15 a 17 de julho.

De acordo com o prazo determinado em edital, ela estará condicionada ao atendimento dos demais requisitos; prazos e procedimentos para concessão do financiamento; nos termos da Portaria MEC nº 209, de 2018 e demais normativos vigentes do Fies.

O que fazer após a complementação da inscrição?

Após a complementação da inscrição no FiesSeleção, o candidato deverá:

  • Comparecer à CPSA para validar suas informações em até 5 (cinco) dias, contados a partir do dia imediatamente subsequente ao da complementação da sua inscrição na modalidade do Fies;
  • Comparecer a um agente financeiro em até 10 (dez) dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição pela CPSA; com a documentação exigida e especificada nos normativos vigentes para fins de contratação e, uma vez aprovada pelo agente financeiro, formalizar a contratação do financiamento.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC), instituído pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC e ofertados por instituições de educação superior não gratuitas aderentes ao programa.

Novo Fies

O novo FIES é um modelo de financiamento estudantil moderno, que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

Melhorias

O novo FIES traz melhorias na gestão do fundo, dando sustentabilidade financeira ao programa, com o objetivo de garantir a sustentabilidade do programa e viabilizar um acesso mais amplo ao ensino superior.