Edital Enem 2018

Edital Enem 2018
5 (100%) 1 vote

O Edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foi divulgado nesta quarta-feira, 21 de março, no Diário Oficial da União (D.O.U).

Cronograma Enem 2018

-Solicitação de isenção da taxa de inscrição 2 a 11/04/2018;

-Justificativa de ausência no Enem 2017 2 a 11/04/2018;

-Inscrições 7 a 18/05/2018;

-Pagamento da taxa de inscrição 7 a 23/05/2018;

-Solicitação de Atendimento pelo Nome Social 28/05 a 3/06/2018.

-Aplicação 4/11/2018 e 11/11/2018.

Provas Enem 2018

As provas do Enem 2018 estão previstas para os dias 4 e 11 de novembro de 2018, dois domingos seguidos. Os portões serão fechados às 13h e as provas começarão às 13h30, sempre com base no Horário de Brasília.

O primeiro dia contará com 45 questões de Ciências Humanas, 45 de Linguagens e Códigos e uma Redação. O segundo terá 45 perguntas de Matemática e 45 de Ciências da Natureza.

Abertura dos Portões

-Abertura dos portões 12h
-Fechamento dos portões 13h
-Início das provas 13h30
-Término das provas 1º dia 19h
-Término das provas 2º dia 18h30

Gabarito Enem 2018

O gabarito oficial do Enem 2018 deverá ser publicado na quarta-feira seguinte ao último dia de provas, ou seja, no dia 14 de novembro.

Inscrições Enem 2018

As inscrições para esta edição serão recebidas de 7 a 18 de maio, no site do MEC. O valor da taxa é de R$ 82,00.

Os estudantes terão que se inscrever na Página do Participante (site do Enem) dentro do prazo estipulado pelo MEC.

Como nas últimas edições, os participantes só podem se inscrever utilizando CPF e identidade próprios, já que cada cadastro é único no banco de dados. Também é preciso ter um endereço de e-mail atualizado e telefone celular para contato via SMS.

O edital também traz as especificações referentes aos auxílios disponíveis para os atendimentos especializados e específicos. A necessidade de tal atendimento deve ser sinalizada no momento da inscrição para que o Inep providencie tudo até os dias de prova.

Isenção Enem 2018

A inscrição do Enem 2018 não é gratuita, mas aproximadamente 70% dos participantes contam com direito à isenção da taxa.

A isenção é automática para estudantes do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas. Basta informar a escola ao se inscrever que o benefício será concedido.

Outras duas modalidades de isenção necessitam de solicitação e, se necessário, comprovação por meio de documentos. Confira abaixo:

-Estudantes atendidos pela lei 12.799/2013: estudantes de escolas públicas ou bolsistas integrais de colégios particulares com renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa;
-Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico): renda familiar de meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar total de até três salários mínimos.

As opções aparecem no formulário de inscrição e o participante precisa marcar em qual se encaixa para solicitar a isenção. Se marcar errado, o cruzamento de dados feito pelo órgão constatará que o estudante não está na opção marcada e a isenção será negada.

Como o Enem 2017 foi o fim da autodeclaração de carência para a isenção e passou a contar com o cruzamento de dados socioeconômicos, muitos estudantes tiveram isenção negada ou marcaram a opção errada na inscrição. Com isso, o MEC abriu uma exceção na edição passada e recebeu a documentação dos participantes que desejassem a gratuidade. Quem pagou a taxa, mesmo tendo direito à isenção, não teve seu dinheiro devolvido.

Quem tiver isenção no Enem 2018 e não participar das provas, perderá o direito à isenção se quiser fazer o exame em 2019. Somente serão consideradas as faltas que tiverem justificativas oficiais, como atestados.

Justificativa de faltas ao Enem

Os participantes que ganharam a isenção da taxa e não fizeram o Enem 2017 terão que comprovar o motivo da falta de 2 a 11 de abril, caso desejem se inscrever no Enem 2018 sem pagar a taxa.

Se o MEC analisar as justificativas e considerar que não procedem; o participante terá que pagar a taxa do Enem 2018 para poder participar das provas deste ano. Os estudantes que não compareceram ao último exame e não pretendem se inscrever novamente não precisam justificar e nem pagar nenhum valor, já que o efeito não é retroativo.

Onde usar as notas do Enem?

As notas do Enem 2018 serão utilizadas no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2019, no Programa Universidade Para Todos (ProUni) 2019 e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2019.

Além dos programas do governo para ingresso em universidades públicas, financiamento estudantil e concessão de bolsas de estudos, as notas do Enem 2018 podem ser utilizadas por faculdades (públicas e particulares) em vestibulares específicos.

Edital Enem 2018

Abaixo o edital publicado no Diário Oficial da União

Edital Enem Parte 1

Edital Enem Parte 2

Edital Enem Parte 3

Edital Enem Parte 4

Edital Enem Parte 5

Edital Enem Parte 6

0 comments… add one

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.