Questão do dia, do Enem, aborda o Tratado de Petrópolis. Confira.

terça-feira, 30 de abril de 2013

(Enem/2010)  As secas e o apelo econômico da borracha — produto que no final do século XIX alcançava preços altos nos mercados internacionais — motivaram a movimentação de massas humanas oriundas do Nordeste do Brasil para o Acre. Entretanto, até o início do século XX, essa região pertencia à Bolívia, embora a maioria da sua população fosse brasileira e não obedecesse à autoridade boliviana. 
Para reagir à presença de brasileiros, o governo de La Paz negociou o arrendamento da região a uma entidade internacional, o Bolivian Syndicate, iniciando violentas disputas dos dois lados da fronteira. O conflito só terminou em 1903, com a assinatura do Tratado de Petrópolis, pelo qual o Brasil comprou o território por 2 milhões de libras esterlinas. 
Disponível em: www.mre.gov.br. Acesso em: 03 nov. 2008 (adaptado). 
Compreendendo o contexto em que ocorreram os fatos apresentados, o Acre tornou-se parte do território nacional brasileiro 
A) pela formalização do Tratado de Petrópolis, que indenizava o Brasil pela sua anexação. 
B) por meio do auxílio do Bolivian Syndicate aos emigrantes brasileiros na região. 
C) devido à crescente emigração de brasileiros que exploravam os seringais. 
D) em função da presença de inúmeros imigrantes estrangeiros na região. 
E) pela indenização que os emigrantes brasileiros pagaram à Bolívia.

Resolução:
Em decorrência do crescimento da indústria automobilística, uma grande massa humana, proveniente do Nordeste, invadiu a Amazônia para coletar látex, matéria prima da borracha, usada na indústria automobilística. Essa invasão atingiu o território boliviano do Acre, gerando uma crise militar entre Brasil e Bolívia. Em 1903, como cita o enunciado, o Brasil compraria o Acre, ação motivada pela grande presença de brasileiros na região.
Resp.: C

Veja ainda:

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 

Participar deste Blog

Últimos comentários...