Questão resolvida sobre onda sonora, da UFRGS

(UFRGS/2020) Uma onda sonora propagando-se em um meio fluido, com velocidade de módulo 1.440 m/s, sofre reflexão entre duas barreiras de modo a formar nesse meio uma onda estacionária. Se a distância entre dois nós consecutivos dessa onda estacionária é 4,0 cm, a frequência da onda sonora é

A) 180 Hz
B) 360 Hz
C) 1.800 Hz
D) 3.600 Hz
E) 18.000 Hz

RESOLUÇÃO:
A equação matemática que relaciona as grandezas citadas é:
V = λ . f
V = velocidade (m/s)
λ = comprimento de onda (em m)
f = frequência (em Hertz)
O cuidado, aqui, é que ele não deu o valor do comprimento de onda. Ele forneceu a distância entre dois nós consecutivos.
O comprimento de onda corresponde a 2 vezes a distância entre 2 nós.
Um outro cuidado nesta questão é que a distância está em centrímetros (é preciso passá-la para metro –> basta multiplicar por 10-2 = dividir por 100).
Então:
1.440 = 2 x 4 x 10-2 . f
8 x 10-2 f = 14,4 x 102
f = 1,8 x 102 x 102
f = 18.000 Hz
Resp.: E

VEJA TAMBÉM:
Questão sobre fenômenos ondulatórios, da UFRGS 2020

Calendário do Bolsa Família: 6ª e 7ª parcelas do Auxílio Emergencial 2021

Os beneficiários do Bolsa Família já começaram a receber os pagamentos que são referentes à 6ª parcela do Auxílio Emergencial. Esta é a penúltima parcela do ciclo de pagamentos do benefício emergencial.

Os pagamentos da 7ª e última parcela do Auxílio Emergencial 2021 vão ser iniciados já no próximo mês, em outubro de 2021. E em novembro, é provável que estes beneficiários do Bolsa Família já comecem a receber o novo benefício social que vai ser lançado pelo Governo Federal, o Auxílio Brasil.

Logo abaixo, veja o calendário de pagamentos das próximas parcelas do Auxílio Emergencial 2021 para os beneficiários do Bolsa Família.

6ª Parcela do Auxílio Emergencial 2021 para o Bolsa Família

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial 2021 para o grupo de beneficiários do Bolsa Família segue uma ordem que é orientada pelo dígito final do NIS (Número de Identificação Social), como você pode conferir no cronograma que está apresentado logo em seguida.

NIS de dígito final 1
Dia do pagamento – 17 de setembro de 2021

NIS de dígito final 2
Dia do pagamento – 20 de setembro de 2021

NIS de dígito final 3
Dia do pagamento – 21 de setembro de 2021

NIS de dígito final 4
Dia do pagamento – 22 de setembro de 2021

NIS de dígito final 5
Dia do pagamento – 23 de setembro de 2021

NIS de dígito final 6
Dia do pagamento – 24 de setembro de 2021

NIS de dígito final 7
Dia do pagamento – 27 de setembro de 2021

NIS de dígito final 8
Dia do pagamento – 28 de setembro de 2021

NIS de dígito final 9
Dia do pagamento – 29 de setembro de 2021

NIS de dígito final 0
Dia do pagamento – 30 de setembro de 2021

7ª Parcela do Auxílio Emergencial 2021 para o Bolsa Família

A sétima parcela do auxílio emergencial 2021 é a última do ciclo de pagamentos do benefício. Isso vale para todos os grupos de beneficiários, e não só para quem faz parte do Bolsa Família.

Nesse sentido, isso significa que o Auxílio Emergencial vai ser encerrado no mês de outubro, que é, portanto, o mês em que os pagamentos desta última parcela vão ser feitos. E o calendário está apresentado logo abaixo.

NIS de dígito final 1
Dia do pagamento – 18 de outubro de 2021

NIS de dígito final 2
Dia do pagamento – 19 de outubro de 2021

NIS de dígito final 3
Dia do pagamento – 20 de outubro de 2021

NIS de dígito final 4
Dia do pagamento – 21 de outubro de 2021

NIS de dígito final 5
Dia do pagamento – 22 de outubro de 2021

NIS de dígito final 6
Dia do pagamento – 25 de outubro de 2021

NIS de dígito final 7
Dia do pagamento – 26 de outubro de 2021

NIS de dígito final 8
Dia do pagamento – 27 de outubro de 2021

NIS de dígito final 9
Dia do pagamento – 28 de outubro de 2021

NIS de dígito final 0
Dia do pagamento – 29 de outubro de 2021

Anteriormente, foi apresentado o calendário de pagamentos das últimas parcelas do Auxílio Emergencial 2021 para o Bolsa Família.

E então, o que vem depois disso?

O Governo Federal pretende lançar, já no mês de novembro deste ano, um novo benefício social. Este é o Auxílio Brasil, o programa social que foi criado com o objetivo de substituir o Bolsa Família.

De acordo com as informações que foram divulgadas até o presente momento, o Auxílio Brasil vai funcionar como um combo de benefícios sociais dentro de um mesmo programa.

Assim sendo, de acordo com as condições sociais e econômicas da família, os seus membros podem ter o direito de receber um ou mais benefícios que estão dentro do pacote do Auxílio Brasil.

Em resumo, os benefícios sociais que o Governo pretende pagar a partir do Auxílio Brasil são variados, não representando um benefício único.

Daqui até o mês de novembro, mais informações sobre o novo programa Auxílio Brasil ainda vão ser liberadas pelo Governo Federal. Então, resta esperar para que mais informações oficiais comecem a circular no Planalto, no Congresso Nacional e na sociedade em geral.